Trabalho

6997 - 739

Fatores agronômicos contribuem para evolução de resistência múltipla em buva no Estado do Rio Grande do Sul

Resistência de plantas daninhas a herbicidas

Maicon Fernando Schmitz1; João Gabriel Göebel1; José Vitor Silva da Silva1; Renan Ricardo Zandoná1; Joanei Cechin1; Leandro Vargas2; Dirceu Agostinetto1

UFPel1; Embrapa2

Conyza spp., Protox, FSI, Mimetizadores de auxinas

Fatores agronômicos contribuem para evolução de resistência múltipla em buva no Estado do Rio Grande do Sul

Maicon Fernando Schmitz1; João Gabriel Göebel1; José Vitor Silva da Silva1; Renan Ricardo Zandoná1; Joanei Cechin1; Leandro Vargas2; Dirceu Agostinetto1

UFPel1; Embrapa2

A consciência de práticas agronômicas que afetam a seleção de resistência de plantas daninhas a herbicidas é importante para preconizar práticas de manejo que visem evitar o surgimento e dispersão da resistência. O objetivo deste estudo foi definir os principais fatores agronômicos associados à seleção de biótipos de buva resistentes a herbicidas. Para isso, foram aplicados dois questionários, um destinado ao departamento técnico e outro aos produtores, de 20 cooperativas da região Norte do Rio Grande do Sul, em março de 2018. Os questionários visavam relacionar o manejo preconizado pelo departamento técnico e aquele realizado pelo produtor, estabelecendo relações entre a distribuição dos casos de resistência em buva com prováveis fatores agronômicos envolvidos na evolução da resistência. As principais práticas agronômicas utilizadas pelos produtores que favorecem o surgimento de biótipos de buva resistentes ao glyphosate e inibidores da ALS relacionam-se ao baixo uso da rotação de culturas, dependência excessiva de herbicidas e o uso de alternativas químicas pouco eficientes para controle em pós-emergencia da soja. Além disso, existe forte pressão de seleção exercida pelos herbicidas saflufenacil, paraquat e 2,4-D, pois 82% dos manejos preconizados incluem estes herbicidas na dessecação pré-semeadura da soja que, geralmente, são aplicados em estádio inadequado das plantas daninhas, resultando em controle insuficiente e reeabastecimento do banco de sementes. Assim, medidas de manejo alternativas devem ser empregadas com urgência, para minimizar o impacto negativo da evolução de populações de buva com resistência múltipla e assegurar a longevidade dos herbicidas como ferramentas de manejo.

Palavras-chave: Conyza spp., Protox, FSI, Mimetizadores de auxinas

Apoio: Capes e Embrapa Trigo

Download Trabalho em PDF.